10 de jul de 2014

0 Jejum de Jesus - 31º dia

Débora, uma profetisa, mulher de Lapidote, liderava Israel naquela época. Ela se sentava debaixo da tamareira de Débora, entre Ramá e Betel, nos montes de Efraim, e os israelitas a procuravam, para que ela decidisse as suas questões.  Juízes 4:4-5

Fico imaginando em uma época que a mulher não tinha poder e nem valor algum, uma mulher que foi instituída juíza do povo de Israel, acredito que pelo triste fato de não haver se quer um homem naquele tempo que agradece a Deus.
Débora possuía tamanha fé e sabedoria que os homens subiam no monte para pedir conselhos a ela, eles se submetiam aos conselhos de uma mulher, porque esta mulher se submetia aos conselhos de Deus, que forte neh!
Hoje muitas coisas mudaram e nós mulheres alcançamos muitos direitos, mas não podemos nos submeter as leis desse mundo, onde mulheres 'achando' que podem tudo, só se diminuem e se desvalorizam. Devemos conquistar o respeito dos homens, não com roupas vulgares, ou com independência financeira e sim em nosso comportamento, nos submetendo aos conselhos de Deus, buscando sabedoria no falar, no agir e não querendo estar acima dos homens. 
Se você ler a história de Débora verá que era uma mulher casada, com filhos, profetisa e juíza, mas que soube o seu papel e nem pela sua condição buscou estar acima de nenhum homem na época. 
Estou falando sobre isso, porque sei que nós mulheres temos uma tendencia em buscar elogios, em buscar aplausos, em ser reconhecidas, e não há nada de errado nisso, mas devemos cuidar para que não prejudiquemos nossos relacionamentos tanto familiares e profissionais.

Na fé do Jejum de Jesus! 



COMPARTILHE!
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário