29 de set de 2008

0 Perder para ganhar

Tantos jovens estão sofrendo, passando por momentos dificieis, relutando contra si mesmos, dentro das igrejas. Vejo tantos jovens vindo e indo, alguns pareciam até que tinham se convertido de verdade, mas por um deslize desistem no meio do caminho.
Eles dão várias desculpas, a pressão dos amigos, da família, problemas na vida sentimental etc..., que parece até convincente, pois a juventude é para ser vivida alegremente e não meio das pressões.
Mas o verdadeiro motivo é simples, eles não estão dispostos a “renunciar” suas vidas, não querem deixar as coisas prazerosas do mundo, então preferem deixar a Deus há sua própria vontade. Demorei muito tempo para tomar a decisão de seguir ao Senhor Jesus, e esta era a principal razão, deixar o mundo, meus “amigos”, as festas, fazer o que eu queria fazer sem me preocupar com nada e ninguém, eu pensava “mas vou perder tanto, será que conseguirei ser feliz sem realizar as minhas vontades”. Por muitos anos, vivi esta briga constante dentro de mim, minha alma tinha sede de Deus, mas meu corpo desejava as coisas do mundo, meu coração estava preso aos sentimentos de fora.
Durante este tempo, fiz tudo que me parecia legal, na verdade aquilo que meus amigos faziam, na verdade eu não queria ser diferente deles, então um cigarrinho aqui, uma bebida ali, uma festinha, “ficar” com vários meninos, achava que não estava fazendo nada de mais, só estava sendo igual a todas as outras garotas da minha idade, e assim conheci também as drogas.
Mais eu sabia que tudo isso me fazia infeliz, pois minha alegria só durava quando estava com minha turma, quando chegava em casa, no meu quarto, era só pranto, me sentia tão só, triste que muitas vezes tinha um desejo ardente de tirar minha vida, não conseguia entender o real motivo de estar me sentindo daquela forma, se tinha me “divertido” muito durante a noite.
Muitas vezes fui há igreja e prometia a Deus que largaria tudo para segui-ló, mas quando retornava no meio dos meus amigos, eu não encontrava forças para isso, parecia tão difícil deixar tudo. Sentia-me culpada por não conseguir, percebia o quão fraca eu era diante das minhas vontades.
Só que todos nós temos um limite, e eu cheguei ao meu, eu já não suportava mais tanta indecisão na minha vida e sabia que tinha que tomar uma atitude, e foi isto que eu fiz. Fui á igreja lembro-me como se fosse hoje, era um domingo de manhã e aquele dia eu tomei a decisão mais importante de toda minha vida, , seguir ao Senhor Jesus, no inicio foi um pouco difícil, não posso negar, deixar os amigos, as coisas que eu gostava de fazer com eles, os meus pecados, mas eu estava decidida a isso, e Deus sempre me ajudou, quando me sentia fraca, dobrava meus joelhos e clamava por ajuda e Ele sempre me ouvia.
Quando deixamos o mundo parece que estamos perdendo muita coisa, mas estamos perdendo para ganhar algo que é incorruptível, que é nossa salvação eterna. E acredite, hoje tenho muito mais prazer em tudo que faço, por que faço pelo Senhor Jesus, sou feliz por Deus ter me tirado deste mundo enganoso, de hoje poder ajudar as pessoas que estão sofrendo.
Aquilo que Deus me deu, não tem preço. Nada neste mundo é comparado á sua gloria.
Não espere a sua juventude passar para tomar a sua decisão, pois talvez você nem chegará a sua maturidade, Deus ele quer você agora, imagine o quanto Deus pode fazer na sua vida e através dela, entregue sua vida a Ele e o mais Ele fará por você!

“Quem acha a sua vida perdê-la-á; quem, todavia, perde a vida
por minha causa acha´lá-á.”
(Mateus 10:39.)
Karina de Morais
COMPARTILHE!
Reações:
Categories:

0 comentários:

Postar um comentário