19 de ago de 2013

0 Meu Testemunho Parte II - A verdade e o Recomeço

Vivendo aquele tormento a cada dia assim levava a vida, me sentia tão só, sem ninguém, a não ser pela minha mãe que esteve ao meu lado todo o tempo, talvez se não fosse ela teria feito coisa pior, e sei o quanto ela orou por mim, nas noites frias de angustia e tristeza, nas crises nervosas ela me acalmava como se fosse às próprias mãos de Deus. (hoje sei que era mesmo).

Houve mudança de pastor na minha igreja, e a esposa do pastor que chegou me chamou para conversar, e naquele dia eu desabafei, eu joguei pra fora tudo que estava dentro de mim, tanta coisa ruim, que não gosto nem de lembrar, é horrível carregar dentro da gente tanto ódio, magoa, insegurança e acreditar que não há mais solução, que tudo está perdido - era assim que me sentia.

Eu não conseguia me conformar com a traição, como doí, só quem já viveu isso sabe como é, eu esperava qualquer coisa dele menos isso. A esposa me ouviu atentamente e no meio as minhas lágrimas ela olhou bem nos meus olhos e disse assim: ‘Sabe essa dor que você está sentindo, porque ele te traiu, é a mesma dor que Deus sentiu quando você o traiu, quando você o trocou pelo seu namorado. 

Aquelas palavras entraram no meu peito rasgando, senti uma dor muito maior ainda pelo que tinha feito, eu só pensava em mim, no meu egoísmo, aquelas palavras tiraram as vendas dos meus olhos, e a esposa continuou me afirmando para apagar o passado e recomeçar, que Deus nunca havia desistido de mim, que Jesus morreu por mim.

Naquele dia eu tive uma oportunidade única de decidir recomeçar, de acreditar que seria possível uma nova vida e graças a Sua infinita misericórdia eu fiz essa escolha, e daquele dia começou minha luta espiritual, deixei as coisas erradas que estava fazendo, mas a minha maior luta eu travava dentro de mim. Trazia uma enorme bagagem de sentimentos que diariamente tinha que lutar contra, as inseguranças, os medos, as mágoas, as lembranças que pareciam tão reais ainda, mesmo com tudo que havia acontecido ainda assim gostava muito do meu ex-namorado, mesmo não estando mais namorando agente se via e ficávamos juntos.

Mas agora eu precisa mudar, eu precisava tirar ele na minha vida, tirar ele do pedestal do meu coração, mas eu estava disposta a renunciar tudo, eu queria ser feliz de verdade e eu sabia o caminho, precisava ser forte,resistir aos pensamentos, sentimentos e desistir daquela paixão.

Comecei a fazer as correntes da igreja, comecei a me dedicar novamente as coisas de Deus, recomecei minha história com Deus, não foi fácil,o diabo sempre me acusava, falava que Deus não me perdoaria por tudo que eu tinha feito, aqueles pensamentos me aprisionava ao passado, e ainda tinha as propostas do meu ex que aparecia pra tentar me corromper, muitas vezes dizia não, enquanto o meu coração dizia sim, mas eu sabia que não poderia me deixar levar pelo coração e sim pela razão.

Mas com o tempo fui aprendendo a lutar contra o diabo, me afastando de tudo que me fazia mal e me aproximando cada vez mais do meu Deus, meu coração ficou limpo, tudo se fez novo, enfim tinha paz, tinha Deus comigo novamente.

O meu desejo era de servi-lo cada dia mais, o desejo de voltar a fazer Sua obra era constante, mas não havia ansiedade sabia que era o Seu tempo, o tempo certo d’Ele, mas eu nem imaginava que passaria por uma dor muito maior.

Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas! ... (2 Coríntios 5:17).

COMPARTILHE!
Reações:
Categories: ,

0 comentários:

Postar um comentário